sexta-feira, junho 22

Sentir o Verão {=} Feel the Summer

Quando o Verão me passa pela cara
A mão leve e quente da sua brisa,

Só tenho que sentir agrado porque é brisa

Ou que sentir desagrado porque é quente,

E de qualquer maneira que eu o sinta,

Assim, porque assim o sinto, é que é meu dever senti-lo...


Alberto Caeiro

----------

Agora que chegou o Verão (finalmente o sol brilha como deve ser!) a vontade de estar debaixo de telhado - preso entre paredes e janelas - é pouca, por isso aproveitem o fim-de-semana (e se tiverem um tempinho, espreitem o trabalho fantástico de Banksy).

{girl and bird _ Banksy}


Now that the Summer arrived (finally the sun shines as it should), the will to be underneath a roof - imprisoned between walls and windows - is little, therefore enjoy the weekend (and if you have a little time, take a sneak peek at the fantastic work of Banksy).

----------

When the Summer passes by my face
The light and hot hand of its breeze,
I only have to feel affability because is breeze
Or to feel unpleasantness because it's hot,
And either way I feel it,
Thus, because that's the way I feel it, it's why is my duty to sense it...

Alberto Caeiro

3 comentários:

Salamandra Pintarolas disse...

Nada como a simplicidade de Caeiro. Lindo, lindo!
Até amanhã e que amanhã seja um shiny, shiny day!!!!)

wednesday disse...

Até começa a ficar sol, mas há muitas saudades das noites quentes.

arponera disse...

Sara, gracias por descubrirme a Bansky (el elefante te lo debo a ti :-)