sexta-feira, abril 11

Já não sou gorda

Foi um taxista que disse, por isso deve ser verdade. 


Um destes dias tive que ir de táxi para o ginásio, no fim da viagem o condutor disse-me: "Dê uma corridinha por causa da chuva (tratam-me sempre como uma adolescente, ainda não decidi se é bom ou mau) e não se preocupe porque não é gorda, não precisa de ir ao ginásio para usar biquini." Dei uma gargalhada. O que mais podia fazer? Certo é que nesse dia os quarenta minutos de exercício pareceram dez.

Tive pena de o senhor não usar bigode, senão esta estória era um clássico.

----------

{Já em casa, lembrei-me doutra viagem feita neste táxi onde o motorista disse que "os jovens precisam de ligar mais à política e voltar a fazer um 25 de Abril. Nós fizemos o nosso, agora façam o vosso - que nós estamos velhos e o país está uma miséria. Digo-lhe isto porque parece uma rapariga inteligente. Olhe que eu não digo estas coisas a toda a gente. Ainda me chamam comunista..." Outro clássico, portanto. O homem é uma pérola. Engraçadíssimo. 
A viagem era para um centro médico e o sr. perguntou-me se estava doente. Contei-lhe do meu problema renal - que não podia esperar - e do esforço financeiro que me vi forçada a fazer para o resolver. Ele, super-indignado, saiu-se com esta.} 

2 comentários:

Salamandra Pintarolas disse...

O bicho taxista é bicho com veia política!
A minha última viagem de táxi foi no Porto. Embora com um discurso diferente do teu, o "meu" taxista também tinha um espírito revolucionário à flor da pele e um discurso de "político do povo" na ponta da língua... Ah! Tinha bigode e dizia "carago" no final de cada frase :D

Anónimo disse...

É óptimo ver o sacrificio da dietas dár resultados! (Não sei muito bem, mas calculo)
Quanto `a questão da idade, tenho experiencia própria. Podes crer que é muito bom ser "confundida" com alguem mais novo. E com o avançar do tempo...cada vez sabe melhor ( a Rita que sempre aparentou menos idade, não gostava, agora já vai achando "graça".

Bj
Mimi