terça-feira, agosto 26

Prendas


{do Filipe}
{Polpettina Tokidoki, na foto}
{do Lobo} {Gastroentrite viral + manhã nas urgências}

segunda-feira, agosto 25

A má, a chata e a mal-educada

- Tia Sara, tu és má?
- Sim.
- E chata?
- Sim.
- E mal-educada?
- Sim.

O bom de sermos crescidos é podermos ser como quisermos.


{o segredo - Eglantine e Laurence _Jean-Philippe Charbonnier _1979}

Andei perdida entre crianças. As que são e que foram. Perdida entre cornetos de morango com vinte anos e bitoques de hoje. Perdida entre ondas do mar com fatos-de-banho cor-de-rosa fluorescente e mãos pequenas e suadas. Perdida entre perguntas sem resposta e descoberta como a resposta a muitas perguntas.

{Sei que sou crescida porque já não peço bitoque sempre que vou jantar fora e porque o H. me perguntou porque crescem pelos nas axilas.}

terça-feira, agosto 19

segunda-feira, agosto 18

A cama foi feita de lavado. Limpou-se o pó, o chão foi aspirado e lavado com detergente com perfume de lavanda. Finalmente dobrei as camisolas de Inverno e pus de parte o casaco de bombazina verde seco. A gata segue-me para todo o lado. 

Na televisão passa a saga de Frodo e do anel. Assim, sem darmos por isso, voltamos aos dias do costume.

quinta-feira, agosto 7

A Casualidade Perfeita

Ver a noite chegar de cabeça vazia ao som dos Nocturnos de Chopin.


quarta-feira, agosto 6

Flight Of The Conchords

{A vida. Meio parva, meio cantada. Muito folk, tremendamente kitch.}
{Por cá passa no FX ao Sábado e ao Domingo, às 17h}

----------

terça-feira, agosto 5

Ocupada

Por cá os dias têm amanhecido tristes. O Verão às vezes faz isso.
O infantário está vazio de crianças a espreitar pelas janelas e há pouca gente no percurso pedonal. Custa-me a chegar ao meu destino. Obrigo-me a ver tudo de novo, com uma sinceridade renovada. Descubro o dançar da vegetação e a melancolia de uma árvore rachada ao meio, caída dentro do rio verde e sujo. Na terra há centenas de pegadas; nalgumas consigo reconhecer logótipos: Nike, Adidas... aquela é a impressão de uma sola de uns All Star. Tanta gente que segue o mesmo rumo: um pequeno rio invisível de pessoas cor-de-burro-quando-foge, tal não é a sua indefinição.

----------

O trabalho ocupa-me muito o tempo e a cabeça. Corre nos corredores da mente de um lado para o outro, espreita em todo o lado como um micro-vírus. Chega a deixar-me doente. Sem espaço.