quinta-feira, agosto 7

A Casualidade Perfeita

Ver a noite chegar de cabeça vazia ao som dos Nocturnos de Chopin.


1 comentário:

wednesday disse...

Que bela imagem descreveste em meia dúzia de palavras... Parece do mais relaxante possível.