quinta-feira, fevereiro 12

Das senhoras do meu ginásio (só de senhoras)

Há uma rapariga de vinte anos que usa fio dental vermelho e se despe em frente ao espelho, contemplando os seus seios. Outra, pouco mais velha, leva o filho pequeno e amamenta-o no balneário, por entre o cheio a ténis suados e sutiens pendurados aleatoriamente em cabides. A executiva quarentona, enxuta, chega sempre impecável e sai da mesma forma, sem uma madeixa de cabelo fora do sítio; passada a porta de saída, dá uma corridinha na ponta dos sapatos até à rua principal: ninguém pode suspeitar que dentro da mala de pele vão uns tenis Nike roubados ao filho mais velho.

----------

Esta semana encontrei três pessoas conhecidas no balneário e descobri que prefiro mostar as minhas maminhas a desconhecidas. Nunca tive à-vontade nestas coisas. Nunca gostei de ir à casa-de-banho acompanhada. Há coisas que, mesmo na idade adulta, não passam.