quinta-feira, junho 25

A camisola

{LIFE images: A teenage girl wearing a new music pattern sweater _ Nina Leen _ 1945}

começa a ficar velha e desbotada, perdeu o brilho de antigamente. Como a cor viva que exibia, desvaneceu-se a vontade de a vestir. Foi usada e abusada e agora está guardada no fundo da gaveta. Restam-lhe os dias em que é combinada com outras indumentárias como peça secundária, apenas porque as outras opções estão para lavar ou para passar a ferro. Também é vestida - meio à força - quando é dia de limpeza ou se tem que ir apanhar a roupa à varanda porque começou a chover. Uma camisola feia e torpe só se veste por obrigação, ou por função. E cai-nos mal, no espelho e na cabeça.

{.}

1 comentário:

Gabriela... disse...

E quantas camisolas dessas não temos nas gavetas lá de casa e nas nossas cabeças.
Porque será tão difícil nos vermos livres delas?
Gosto muito do que escreves, sou fiel seguidora apesar de nunca ter comentado.
Já agora Parabéns!
Gabriela