terça-feira, outubro 6

ao almoço


Como a minha salada na companhia do Público, entre brasileiros, alemães e a homenagem à Diva Amália na TV. O Sr. Fernando não têm mãos a medir e o sorriso de todos os dias hoje parece gasto, de tanto uso. Lá fora as mesas e cadeiras da esplanada estreiam-se à chuva e os guarda-sóis desapareceram misteriosamente. Passam-se facturas. No jornal leio que não devemos fazer as refeições sozinhos. Prendo-me a isso. O argumento não é nada de especial, mas apetece-me companhia. Não sei se foi a chuva de Outono que a afastou. Provavelmente foi alguma coisa que eu disse. Alguma daquelas coisas feitas para ser pensadas, não ditas.


----------

{Once (No mesmo tom)
_ uma excelente descoberta ocasional}

"Take this sinking boat and point it home
We've still got time
Raise your hopeful voice you have a choice
You've made it now"

3 comentários:

Anónimo disse...

« Há homens que lutam um dia e são bons. Há outros que lutam um ano e são melhores. Há os que lutam muitos anos e são muito bons. Porém, há os que lutam toda a vida. Esses são os imprescindíveis.»
Bertolt Brecht
(imprescindíveis)= excepcionais, exemplares ou mestres

Anónimo disse...

«Uma vez que aprendemos mais através do fracasso do que através do êxito, faz do fracasso um amigo que valorizes e com o qual aprendas coisas. Cria alegria através dele».
Robin S. Sharma
in: O Santo, o Surfista e a Executiva

Anónimo disse...

»A nossa realidade actual não passa de um reflexo completo das lições que mais precisamos aprender».
Robin S. Sharma