quarta-feira, abril 14

Da falta de ânimo

Estou viva. O meu coração bate a um ritmo regular. Rio mais do que o suficiente e em boa companhia. Na segunda-feira bebi um panaché à hora do almoço na esplanada com vista para o mosteiro. Tento não diletar mais do que duas ou três horas por dia. Digo parvoíces intermináveis. Sou beijada e abraçada com frequência. Como tortelonis uma vez por semana e vou ao Salvador uma vez por mês. Vesti roupa com nódoas. Tenho feito pausas para sentir o cheiro do campo. Falo com o Costa acerca da carrinha. O mundo continua a girar, parece é demorar-se mais nas partes menos boas. 

4 comentários:

mimi disse...

Confirma-se o panaché. Afinal não era boato lol.
Bj
Mimi

Lívia disse...

O seu retrato

o seu retrato já não
me incomoda
o seu sorriso já não
me incomoda
o seu perfume já não
me incomoda
sua lembrança já não
me distrai

Herculano Neto


:) Lívia

Lívia disse...

Luciana Souza sings Pablo Neruda

http://www.youtube.com/watch?v=X4THL1sFioE&feature=player_embedded#!

Neste início de semana...
:) Lívia

_f_[X] disse...

Será que é o mundo ou apenas nós que nos demoramos nas partes menos boas ;)? Instrospecção de qualidade, como sempre :).